top of page
  • Foto do escritorCamila, @BrasileirasdoMundo

Morgana Secco, Londres ūüá¨ūüáß


Brasileiras do Mundo: Quando e por que você decidiu morar no exterior?


Em 2016 eu e meu marido decidimos que quer√≠amos morar no exterior. Est√°vamos ambos passando por transi√ß√Ķes de carreira e n√£o t√≠nhamos nada nos prendendo ao Brasil. Ficamos empolgados quando percebemos que poder√≠amos escolher onde recome√ßar√≠amos nossa vida. Como eu tinha possibilidade de tirar cidadania italiana poder√≠amos escolher qualquer lugar da Uni√£o Europeia e acabamos optando por Londres por diversos motivos. Facilidade com a l√≠ngua e economia aquecida foram alguns deles, mas tamb√©m porque achamos que seria um lugar incr√≠vel de morar. Est√°vamos certos.



BDM: Quais as maiores dificuldades que você encontrou no seu país de destino?


Depois da maternidade vieram outras dificuldades e a falta de rede de apoio foi a principal delas.

Acho que a parte das burocracias iniciais foram as maiores dificuldades do começo. Achar lugar para morar, abrir conta em banco, conseguir trabalhos sem conhecer ninguém. Mas aos poucos tudo foi se ajeitando. Depois da maternidade vieram outras dificuldades e a falta de rede de apoio foi a principal delas. BDM: Do que mais sente saudade no Brasil?

Da fam√≠lia e dos amigos que ficaram por l√°, sem d√ļvidas. Para minimizar a gente tenta ir pelo menos uma vez por ano e sempre tem algu√©m vindo nos visitar de tempos em tempos tamb√©m.


BDM: Quais são as coisas das quais você mais se orgulha?


Tenho muito orgulho das escolhas que fiz na vida, consideradas ousadas por muitas pessoas. Ter mudado de carreira mais de uma vez, mudar de país e encarar a maternidade longe da família. Nada disso foi fácil ou simples, mas me trouxe muito aprendizado e muito crescimento. Me sinto orgulhosa do caminho que escolhi seguir.

BDM: Dicas para mulheres que pensam em sair do Brasil?


Se tem vontade, segue o coração, consciente das possíveis dificuldades, mas na certeza de que vai valer a pena!

Acho que é importante saber que imigrar não é fácil, são muitos empecilhos e muitas dificuldades. Mas ao mesmo tempo uma oportunidade incrível de aprender, crescer e ampliar a mente. Se tem vontade, segue o coração, consciente das possíveis dificuldades, mas na certeza de que vai valer a pena.

* Todas as hist√≥rias publicadas aqui s√£o reais e oferecidas pelas entrevistadas de forma volunt√°ria. O Brasileiras do Mundo n√£o se responsabiliza pelo conte√ļdo dos depoimentos.




Comments


bottom of page