Search
  • Camila, @BrasileirasdoMundo

Luciana Paiva, França 🇫🇷

Brasileiras do Mundo: Quando e por que você decidiu morar no exterior?


Luciana: Moro na França há quase três anos. Sempre amei viajar, já havia morado no Canadá e durante um tempo quis retornar. Depois defini que ficaria no Brasil e viajaria quando pudesse. E foi aí que, em uma viagem de férias na África do Sul, em Cape Town, conheci meu noivo que é francês. Namoramos à distância por um ano e meio e por fim decidimos morar juntos. Por uma questão de qualidade de vida e maior possibilidade de juntar dinheiro para viajar optamos por morar na França.


Franceses levam mais tempo para se abrir e não são receptivos.

BDM: Quais as maiores dificuldades que você encontrou no seu país de destino?


N: A minha primeira dificuldade foi a língua, não falava quase nada de francês, apenas o que havia aprendido nas minhas visitas ao meu noivo. Outro ponto foi entender as relações interpessoais que são muito diferentes da nossa forma de se relacionar e o jeito fechado do francês com pessoas novas no grupo, no caso eu. Eles levam mais tempo para se abrir e não são receptivos.


BDM: Quais são as coisas que você mais se orgulha?


M: Me orgulho de mesmo com a barreira da língua ter me permitido trabalhar em uma área de atuação diferente da minha formação, o que é considerado por muitos no Brasil como subemprego, o que me proporcionou uma evolução no idioma e também uma compreensão das relações. Me orgulho também do meu progresso no idioma.





BDM: Dicas para mulheres que querem sair do Brasil?

Faça coisas que você gosta, coma a sua comida preferida, passe tempo com quem você ama.

N: Você está pensando em sair do Brasil? Prepare-se! Em todos os sentidos. Faça um check-up médico e odontológico. Organize documentos, diplomas e financeiramente. Aproveite o nosso país. Faça coisas que você gosta, coma a sua comida preferida, passe tempo com quem você ama. Você não sabe quanto tempo ficará sem vê-los. Pesquise sobre a região para onde está indo, costumes, hábitos, clima. Isso já vai te ajudar a se ambientar. E se joga.



* Todas as histórias publicadas aqui são reais e oferecidas pelas entrevistadas de forma voluntária. O Brasileiras do Mundo não se responsabiliza pelo conteúdo dos depoimentos.